Instituto Holístico Verdor  


Bioenergética & Projeciologia

Formando  Terapeutas  e  Cuidadores  Holísticos

 
Transferindo conhecimento holístico para a expansão das consciências para transformar a Humanidade e o Planeta Terra!


AMOR E VONTADE

Amor e VontadeTodos sabemos que os profissionais que se destacam em suas atividades amam o que fazem e dedicam-se de corpo e alma a cada fase de seu trabalho. Sabemos também que o profissional necessita de resultados positivos para se tornar um profissional de sucesso.

Em todas as profissões a receita é a mesma: O profissional precisa empregar amor em seu trabalho para atingir o seu objetivo e satisfazer o seu cliente, pois a satisfação deste, o levará ao sucesso. Devemos concluir, então, que o amor é necessário para que conquistemos os resultados que esperamos, satisfaçamos o nosso cliente e alcancemos o sucesso.

Na terapia holística, porém, o amor não é somente necessário, mas é de fundamental importância para que atinjamos as nossas metas, obtenhamos o sucesso esperado e proporcionemos aos nossos clientes o conforto e o bem-estar que eles necessitam.

Colocar amor na entrevista inicial e em cada atitude, toque, sugestão (receita) ou aconselhamento influirá no resultado do tratamento que venhamos a desenvolver junto ao nosso cliente e, certamente, fará a diferença nos resultados que buscamos alcançar.

Sem amor e amor intenso, os resultados de qualquer tratamento poderão estar comprometidos ou não atender em sua plenitude as metas desejadas. Lidar com ser humano requer uma entrega humanitária imensa e, conseqüentemente, muito amor.

De nada adianta você ser possuidor do dom de cura ou de um processo milagroso se você não imprimir amor em todas as suas atitudes e pensamentos, mesmo por que, o cliente consciente ou inconscientemente valorizará seu trabalho pela dedicação que você demonstrar enquanto o atende.

Muitos profissionais vislumbram a possibilidade de auferir grandes lucros através de seu trabalho, mas desconhecem que todo profissional bem sucedido utiliza também outras técnicas que não se aprende numa escola; entrega profunda, estudo contínuo, autoconhecimento, autodesenvolvimento e amor. Em nosso caso o amor ao próximo é de relevante importância.

Na ultima viagem de trabalho soube de um caso que vem bem a calhar: Uma terapeuta mexicana me disse que cerca de um ano atrás atendeu a uma cliente com lombalgia, sendo que esta, já havia passado por uma infinidade de tratamentos sem resultados eficientes e chegou ao seu consultório chorando de dor. Depois da avaliação inicial combinaram cinco sessões e iniciou de imediato o tratamento.

Contou-me a terapeuta, que a sua cliente saiu de seu consultório entusiasmada com o resultado obtido somente naquela primeira seção.

Nunca mais a cliente retornou e o cheque do pagamento da primeira seção ainda voltou sem fundos. Pela dedicação e atenção dispensada, ela ficou com muita raiva da cliente, mas sabia que havia feito o seu melhor e tinha consciência que cada um colheria o que plantou. Não desejou o mal, rogou praga ou xingou a cliente e nem a cobrou, apenas se conformou com a situação acreditando que seu trabalho fora bem feito e que sua raiva passaria.

Cinco semanas antes do meu seminário a cliente voltou como se nada tivesse ocorrido. Estava com muitas dores, mas o estagio da lombalgia avançara.

A terapeuta iniciou um novo trabalho desde o início como se não tivesse reconhecido a cliente e, novamente fez o primeiro atendimento naquele mesmo dia.

Na semana anterior ao seminário o tratamento foi concluído e a cliente ficou tão satisfeita com o trabalho da terapeuta, que espontaneamente conseguiu com que seu primo, o prefeito da cidade vizinha, assinasse um contrato de três anos com a terapeuta, em uma das clinicas de medicina alternativa mais conhecida da região.

Cultivar amor no seu coração é necessário para que o tratamento tenha uma evolução segura, contínua e atinja os objetivos programados.

Doar-se é essencial!

Quer resultados positivos? Empregue amor!

Quer que o seu tratamento seja bem sucedido? Ame muito o seu cliente!

Quer uma propaganda pessoal contundente, com resultados altamente satisfatórios? Despeje tanto amor quanto possa, em tudo o que fizer!

Não jogue dinheiro fora investindo em panfletos, jornais, out-dor’s, publicidade em rádio, televisão ou qualquer outro veículo de comunicação, se não empregar amor em seus tratamentos. Gere amor e amor verdadeiro em seu cliente, pois ele fará a propaganda que nenhuma das mais famosas agencias de publicidade conseguirá.

A terapia holística é uma arte e como tal necessita de uma entrega profunda, estudo contínuo, autoconhecimento, autodesenvolvimento e amor. Sem estes predicados juntos, o terapeuta tende a estacionar ou até mesmo desistir.

Outro fator de suma importância no nosso trabalho é a “vontade”. Se você imprimir “amor” em seu trabalho e seu cliente tiver a “vontade” de se curar, você pode esperar até mesmo por um “milagre”.

São muitos os casos que comprovam, e a ciência tem se rendido a esses chamados “milagres”, portanto, além de ser um bom profissional holístico, você precisa saber despertar em seu cliente, a vontade de se curar.

O ser humano busca a cura para seus males por diversos motivos e nem sempre a vontade de ser curado é o motivo mais importante para ele. É necessário que ele deseje fortemente (tenha vontade) a sua cura.

O vício, por exemplo, é um dos males onde o próprio cliente é na maioria das vezes o sabotador do trabalho do terapeuta. O cliente tem consciência de que seu vicio o prejudica, abala a sua família e a sua relação na sociedade, mas na hora de exercer a sua vontade, nem sempre colabora.

É necessário que o terapeuta arranque do interior de seu cliente a vontade de se curar.

Já na entrevista inicial converse bastante com seu cliente para descobrir o que pode motivá-lo a desejar realmente a sua cura e invista todo o seu talento no afloramento desta vontade. Assim, você e seu cliente deixarão de ter uma relação de “curador-doente” e passarão a ser; “parceiros na cura”.

Improvise, seja criativo e elabore os mecanismos ou métodos que sua intuição entender serem necessários para despertar a vontade de seu cliente se curar. Assim seu trabalho tenderá ao sucesso mais rápido, efetivo e contundente.

Outro fator que você, terapeuta, precisa estar consciente é que quando o cliente tem vontade de se curar, a bioenergia desse cliente localiza, neutraliza e torna possível a eliminação do problema que originou a doença. Com isso, eu afirmo que o cliente toma consciência do que e onde se originou sua doença, e passa a ter totais condições de combater um possível retrocesso ou uma recaída da doença, chegando mesmo, a sua completa eliminação.

Não há cura definitiva sem “amor e vontade”.

Ponha muito amor no seu tratamento, desperte a vontade de seu cliente se curar e estará trilhando o caminho do sucesso absoluto. Por que a sinergia do seu amor com a vontade de seu cliente se curar, lhe propiciará resultados surpreendentes e plenamente satisfatórios e, isso, é o mesmo que sucesso, em qualquer método de tratamento.

A relação impessoal em um processo de cura é fatal para ambos os lados, pois frustrará o cliente e impossibilitará ao terapeuta ter a confiança e segurança, tão necessárias para que obtenha sucesso na profissão.

Autor: Julio Lótus - 04/11/2008

Envie esta página para um amigo
Permitida a reprodução em qualquer meio, desde que citada a fonte e mantidos integralmente todos os créditos

 

RESPONSABILIDADE SOCIAL
 
 
     
O conteúdo deste Site é de propriedade de Julio Roberto Lopes Santos (Julio Lótus) ou dos autores dos respectivos artigos aqui divulgados. Reprodução livre, desde que citada a fonte e a autoria.
© 2008 - 2010 Instituto Holístico Verdor - Todos os Direitos Reservados